O que checar antes de comprar uma moto usada?

O mercado automobilístico está em constante crescimento, mesmo com a crise que se instalou no Brasil, e quem enfrenta o trânsito todos os dias percebe que o mercado de motos está cada vez mais aquecido.

Um dos motivos para esse fato é a facilidade de locomoção que a motocicleta permite. Outro ponto fundamental é que a moto consome bem menos combustível, se comparada com o carro. A venda de motocicletas usadas vem movimentando milhões de reais no mercado, mas é preciso ter alguns cuidados na hora da compra.

Muitas pessoas não possuem o conhecimento adequado sobre as motocicletas e, na hora da compra, acabam tendo algum prejuízo. Ao adquirir uma moto usada é preciso ter cuidado e atenção redobrada, por isso, selecionamos algumas dicas para você fazer uma boa compra e evitar problemas. Confira:

Documentação

Um dos principais pontos na hora de realizar a compra de um veículo, seja ele carro ou moto, é verificar a sua documentação. É nela que consta, por exemplo, se o IPVA está em dia e, por isso, é importante solicitar toda a documentação necessária. Você também deve ficar atento aos valores e a data do IPVA 2019 para não ser multado.

Com o número do Renavam é possível confirmar todos os dados do proprietário além de saber de outros detalhes, como por exemplo, se a moto está alienada ou se tem multas registradas. Você pode fazer essa pesquisa de forma gratuita no site do Detran do Estado onde a moto está registrada.

Mecânica

Ainda que você não entenda de mecânica, é possível saber se o motor está em bom estado ou não. Uma dica importante é dar partida com temperatura fria do motor, pois dessa forma você pode perceber se a moto vai pegar facilmente e se vai apresentar algum ruído (que pode indicar folga excessiva em alguma peça importante, como bielas, pistões e válvulas).

Você também pode verificar se há fumaça saindo do escapamento, que até pode ser normal, no entanto também pode indicar queima de óleo, que significa que o motor não está em bom estado. Também confira os itens básicos, como o óleo e a quilometragem.

Comandos

É importante também verificar os comandos da moto, ou seja, conferir se o acelerador e embreagem, por exemplo, não estão duros demais na hora de serem acionados. Se a embreagem estiver dura, é um sinal que a vida útil da peça está no fim, já o acelerador duro pode indicar problemas mais sérios, como algum cabo danificado ou que a moto foi montada e desmontada de forma errada.

Outra peça imprescindível para ser verificada é o câmbio: os engates devem ser fáceis e precisos e não podem saltar (escapar), pois isso são indícios de câmbio desgastado. E os freios, item fundamental para a segurança também devem funcionar perfeitamente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *